domingo, 14 de março de 2010

Hepatopatia canina

Eu resolvi escrever um pouco sobre esse tema porque hoje faleceu um paciente meu idoso com hepatopatia crônica, foi muito triste pois ele era muito querido pela família, mas o importante é que conseguimos proporcionar uma excelente qualidade de vida desde o aparecimento da doença (que surgiu por tumores no órgão) até o finalzinho da sua vida.

Bom, a hepatopatia (doença do fígado) leva o paciente a uma insuficiência hepática que é a degeneração de células do fígado causando a sua insuficiência e conseqentemente o órgão não executa mais a sua função, totalmente ou parcialmente. Ela pode ser aguda ou crônica.

A insuficiência hepática aguda normalmente está ligada com um agente agressor, seja uma intoxicação alimentar ou por plantas tóxicas, por exemplo, ou por bactéria, vírus ou protozoário, por exemplo. Já a crônica está mais ligada com processos de degeneração pela idade avançada e tumores no fígado, por exemplo.

Os principais sintomas são náusea, vômito, diarréia, anorexia, apatia, emagrecimento, ascite, dentre outros.

O diagnóstico é feito, principalmente, por exames de sangue, como função hepática, por exemplo, exames de urina e exames de imagem, como raio-x e ultrassom, além do histórico do animal e exame clínico realizado por um médico veterinário.

O tratamento se baseia em tratar causas primária e/ou manter a função do órgão para deixar o animal livre dos sintomas citados anteriormente. Infelizmente, quando o órgão perde quase todas as suas células e não realiza mais nem um pouco da sua função, o quadro se torna incompatível com a vida. Cabe lembrar que a alimentação é de extrema importância no controle das doenças do fígado.

O prognóstico é bastante reservado e individual, dependendo da resposta de cada paciente. O mais importante é procurar o melhor caminho para oferecer uma boa qualidade de vida ao cão, mesmo quando a doença é crônica e não apresenta cura, apenas controle.

68 comentários:

alice disse...

ola tudo bem!!!!tenho uma bichon frise de quaze 4 anos de idade esses dias minha mae percebeu q a barriguinha dela estava inchada foi no veterinario ele pediu pra ela fazer alguns exames e deu hapatopatia cronica,ele disse mais ou menos o q vc comentou no texto q li, falou tambem q entre 100 cachorros 3 sobrevivem nossa familia esta muitu abalada e assustada procurei outro veterinario ele explicou q o problema é delicado mais q da pra c fazer alguma coisa receitou kefegol e clusivol pra ela e falou q precisa de boa alimentaçao q vai ser o essencial ,ela esta bem fraca nao quer comer e ta com diarreia e anda lambendo as patas até sangrar ...estou muitu mal gostaria de saber d vc c estou no caminho certo e quais outros procedimentos posso fazer pra ela melhorar e c ela vai melhorar é o q eu preciso saber estou muitu muitu triste por favor ,me de uma luz..desde ja ja te agradeço por favor estou aguardando sua resposta ansiosamente.

Daniel Lima disse...

Oi Alice, boa noite, realmente esses quadros são delicados, porém não concordo com a estatística de 3 em 100, pois tenho bons resultados com meus pacientes hepatopatas crônicos. Os procedimentos me parecem corretos; converse com o veterinário a respeito de uma ração específica para este problema, vale a pena.
Mas fica tranquila e busque sempre estar com um veterinário que lhe transmita confiança, é importante.
Boa sorte.
Daniel Lima

Vanessa disse...

Olá doutor!! Li o comentário e sei que fala especificamente sobre cães, porém tenho um gato que apresenta um quadro grave de doença hepática. Ocorre que venho medicando conforme recomendação veterinária, e já estamos no oitavo dia, porém não vem apresentando melhoras. Continua muito amarelo, sem apetite e fraco. Minhas dúvidas são sobre a medicação, foi indicado usarcol, ranitidina, plasil, silimarina e doutril. Estamos no caminho correto? Há necessidade de uma nova medicação? O que esperar? Grata.

Daniel Lima disse...

Oi Vanessa, boa tarde, realmente é um quadro bem delicado.
Quanto às medicações, eu não posso opinar sem estar acompanhando o caso; o que eu sempre recomendo para os meus clientes é realizar exames para fechar melhor um diagnóstico provável.
O caso dele me parece grave e necessitar de internação; na dúvida, procure outra opinião médica.
Ok?
Boa sorte.
Daniel Lima

Vanessa disse...

Olá doutor!! Novamente posto um comentário sobre meu gatinho. Acho que ele está com falência dos órgãos, pois já tem 16 anos e além do problema no fígado, não tem evacuado e diminuiu a quantidade de urina. Inicialmente ele ficou internado durante dois dias, mas perebi que ficou muito triste e resolvi tratá-lo. Além da medicação, tenho alimentado com sopinha a base de frango e legumes, além de muita água de coco. Bom, procuramos deixá-lo passear durante o dia e observamos que ele está enchergando com dificuldades também. Apenas temo que ele sofra prolongadamente nos seus dias finais de vida. Grata.

Daniel Lima disse...

Oi Vanessa, infelizmente ele parece estar no final de sua vida mesmo, mas o importante é não deixá-lo sofrer. Quando se perde a qualidade de vida e sabemos que não há nada mais a fazer, eu sou a favor da eutanásia como uma forma de respeito ao bicho que sempre trouxe alegria para vcs.
Boa sorte e decida tudo com calma.
Daniel Lima

thais correa disse...

ola tudo bem? estou com uma cadela pastor alemao de quase 9 anos em que foi diagnosticado cancer no figado, porem com os medicamentos indicados pela veterinaria ela tem apresentado boa melhora, estou cuidando da sua alimentacao, porem como trabalho, nao posso ficar o tempo todo com ela, gostaria que o sr. indicasse algum tipo de racao especifica para esse tipo de enfermidade.Grata!

Daniel Lima disse...

Oi Thais, boa noite.
A ração mais específica que eu recomendo para os meus clientes é a Hepatic da Royal Canin, na quantidade recomendada pelo fabricante.
Daniel Lima

Dona Mila disse...

Dr. Daniel, tire a dúvida de uma colega (pois é, também sou vet)?
O que você acha de um poodle de 3 meses de idade apresentar hepatopatia difusa crônica? Vi um laudo de US assim e creio nunca ter visto um animal de 3 meses com doença cronica. :)

Abraços!

Camila

Daniel Lima disse...

Oi Dra. Camila, acho muito estranho - tb nunca vi. O que pode ocorrer em filhotes é uma hepatite aguda, causada por uma intoxicação, por ex., não é?
Mas foi vc que atendeu este caso? O que o bicho apresentava?
Abs,
Daniel Lima

Dona Mila disse...

Oi, Dr.! Eu de novo, não fui eu que atendi o cãozinho, estava vendo uns arquivos e achei o laudo de US. Também faço US e achei curioso e resolvi jogar no google (assim que achei seu blog). Aliás, adorei aqui, passarei mais vezes.

Abraços!

Daniel Lima disse...

É verdade, Dra. Camila, eu tb achei bem estranho.
Que bacana que vc faz ultrassom; em qual cidade trabalha?
Obrigado pela participação no blog e seja bem vinda por aqui.
Abs,
Daniel Lima

eneida disse...

Olá Dr!
Tenho uma fêmea da raça Maltes com cinco anos e já há pelo menos dois a veterinária, através de exames como função hepática, vem detectando insuficiência hepática com alteração de algumas enzimas. Recomendou a suspensão de carnes e a adoção da ração Hepatic da Royal Canin.Ocorre que ela está rejeitando a ração, o que me deixa bastante preocupada.
Enfim, qual são minhas alternativas, existe algum medicamento que possa ajudar? Será que é necessário leva-la a uma consulta com algum especialista?
Grata;
Eneida

Daniel Lima disse...

Oi D. Eneida, existem medicamentos que ajudam no controle sim e tb dietas caseiras para pacientes hepáticos - converse com a sua veterinária sobre td isso, talvez ela recomende uma boa dieta e alguma prescrição.
Boa sorte e vamos nos falando.
Daniel Lima

Priscilla disse...

Olá Dr. tenho um cocker de 9 anos que apresentou cirrose hepática, mesmo tendo uma boa alimentação, o mesmo apresentou ascite e além de tudo tem problema cardíaco, a albumina está baixa e a veterinária que o trata quer receitar albumina, mas não sabe a quantidade, ele pesa 13kg, gostaria de saber se há alguma indicação de albumina e qual seria a quantidade recomendada, gostaria de saber também se há outra ração além da royal hepatic, e onde posso encontrá-la maos barata..
Grata, Priscilla

Daniel Lima disse...

Oi Priscilla, eu não costumo prescrever albumina, pois tenho melhora na proteína melhorando a condição hepática do animal, que normalmente faço com essa ração hepatic da royal canin e com hepatoprotetores - converse com a sua veterinária sobre tudo isso.
Qto à ração, ela é cara mesmo; meus clientes, aqui em são paulo, costumam comprar na cobasi ou no laicão (tem bons preços - www.laicao.com.br). Ok?
Vamos nos falando.
Daniel Lima

Pandora disse...

pois é, tava pesquisando sobre o problema do meu muitíssimo querido cachorro e achei esse blog...
tenho um maltês macho de um ano e meio que desde os 6 meses apresenta uma alteração muito grande nas enzimas do fígado (o normal é menos de cem e as dele nunca dão menos de 300). o problema foi descoberto por acaso num exame de rotina e nenhum veterinário com quem estive conseguiu apontar uma causa, inclusive todos dizem que nunca viram um caso como o dele já que a taxa dele pode chegar a 900 sem que ele apresente sintoma algum. pelo contrário, ele é um cachorro bastante alegre.
foi recomendada a dieta com a Royal Hepatic, mas ele rejeita e só come se estiver moída e misturada com o patê da mesma marca. Acontece que ultimamente ele parece ter enjoado do patê também e eu fico sem saber o que fazer.
Já indicaram a realização de uma biópsia do fígado dele, mas minha mãe ficou com medo de deixar. Agora a veterinária apontou a possibilidade disso estar sendo causado por um tumor ou algo parecido, daí teria que fazer um novo ultrasom (o último foi feito logo que descobrimos, quando ele estava com 6 meses, e não deu nada). Os veterinários parecem bem preocupados com o caso dele e dizem que o organismo dele está próximo ao limite, mas eu não consigo entender, já que como disse antes, ele não apresenta sintoma NENHUM. Queria sua opinião sobre o caso.

Daniel Lima disse...

Boa noite Pandora, realmente é incomum o quadro dele.
Como ele não apresenta sintomas e está bem (foi apenas um achado nos exames), eu recomendaria continuar apenas com a dieta específica e aguardar, fazendo exames de rotina.
Ele não teve nenhuma intoxicação bem anterior ou algum outro quadro?
Se o paciente fosse meu, eu deixaria as coisas mais naturalmente, porém é um risco que se corre caso ele tenha algo mais sério, o que eu acho difícil.
Procure saber se os pais ou irmãos apresentaram algo similar.
Ok?
Boa sorte e mande notícias.
Daniel Lima

LUCIA CAVALCANTE disse...

Boa noite. Tenho uma sobrinha bichon frisé, Meg, tem 1 ano e 8meses e já apresenta as enzimas hepáticas( tgo, tgp, fosfatase alcalina) alterada. A veterinária me disse que pode ter sido cruzamento com parente para ter esse problema. Será que ela terá curta vida? Estou muito triste, pois gosto muito, muito dela. Obrigada.

Daniel Lima disse...

Oi Lucia, acho estranho, pode ter sido apenas achado de exame.
Como ela se apresenta? Foi feito ultrassom abdominal?
Daniel Lima

jaja disse...

boa noite dr.daniel veio aki pq estou muito preocupada com a caxorra da minha mae ela depois q comeu bolo de aniversario começou a vomitar xamei um veterinario passou o medicamento pra ela so q ela fikou muito magra e deixou de comer so bebe agua no dia seguinte a barriga dela inchou ai levo ela pra um lado levo pra outro um veterinario fala uma coisa o outro fala outro a caxorra as vezes a gente joga salsicha pra ela ai ela come alguns pedaços depois nao come mais ai a veterinaria disse q nao pode dar salsicha ja a outra disse q pode dar nao sei em quem acreditar por favor me ajude na alimentaçao dela ela ja e velhinha com seus mais ou menos 16 anos a veterinaria disse pra eu comprar uma raçao especial para o caso dela so q como ela nao come tenho medo de comprar e ela nao comer essa raçao me ajude por favor aguardo respostas.

Daniel Lima disse...

Oi Jaja, em primeiro lugar devem ser feitos exames para um check up geral e tentar fechar um diagnóstico.
Quanto à alimentação, quando o animal não quer comer, eu recomendo tentar qualquer coisa, pois eles não podem ficar sem se alimentar, desde que essas comidas sejam feitas para eles, como por ex, arroz com peito de frango desfiado cozidos bem papinha e sem sal, que é considerada uma alimentação leve.
Ok?
Boa sorte.
Daniel Lima

aloliveira0705 disse...

Olá, Doutor
Tenho um cão da raça maltês, de 3 anos e 10 meses, macho. Ele teve diarréia durante 2 dias, estava meio apático. Aí levaram-no ao veterinário para fezer exames. Antes de pegar o resultado, ele passou a ter vômitos.
Então pegamos o resultado. Como sou farmacêutica, entendo um pouco de análises clínicas, percebi o seguinte: o hematócrito estava dentro da normalidade, mas havia trombocitose e anisocitose. Além disso a TGP estava elevada a 144 U/L.
Quem conversou com o veterinário foi minha irmã, então não sei bem o que ele disse, mas ela me contou que ele receitou uma ração específica, alguns medicamentos que não sei quais são, o cão tomou um injeção no dia para cortar os sintomas e soro em casa. Mas o veterinário disse a minha irmã que essas patologias do fígado são perigosas, que ao mesmo tempo que ele parece bem, pode morrer de uma hora pra outra.
Achei esse comentário estranho, e ele não disse o que o cão tem realmente.
Que é uma lesão no fígado agente sabe, mas você acha que é tão grave assim, já que as alterações foram só aquelas que citei?
O que você acha que poderia ter causado essa hepatopatia, pelo quadro citado? Você acha que é agudo, crônico,um tumor?
Obrigada pela atenção!

Daniel Lima disse...

Boa tarde Aloliveira, me parece uma lesão aguda por causa do quadro de diarréia e vômito, mas não tem como termos certeza, portanto recomendaria fazer o tratamento prescrito e repetir os exames. Ok?
Boa sorte.
Daniel Lima

flaviana disse...

flaviana-magé-rj
estou com uma pincher de 5 meses com pancreatite no qual o sintoma mais aparente foi a barriga d´água.ela esta internada fazendo um suporte paraenteral.gostaria de saber como posso ajudar mais a minha cachorrinha

Daniel Lima disse...

Oi Flaviana, a conduta me parece bem correta, eu normalmente interno e faço medicações suporte e de tratamento.
Boa sorte por aí.
Daniel Lima

Anônimo disse...

Olá Dr. Daniel,

Aproximadamente no último mês, minha cachorra, minha amada Chiquinha, vem apresentando um quadro de cólicas abdominais fortes (normalmente no período da manhã, em intervalos de 3 dias +ou-), que provocam salivação e vômito (não muito), sem qualquer alteração nas fezes. Achei que seria passageiro e estava cuidando com Luftal e Label nos momento da crise. Há uma semana levei a Chica à veterinária e fizemos exames de sangue que revelaram uma grande elevação da ALT/TGP (387) e da Amilase (1368). A FA-ALP mediu 116, dentro do intervalo de referência. Parece que os leucócitos estavam com um pouco de alteração, mas não sei o valor exato.
Enfim, como ela recentemente tomou muito antibiótico e antiinflamatório por conta da doença do carrapato e depois de infecção na glândula adnal, decidimos tentar primeiro um tratamento com a ração Hepatic, label e mercepton, de 8 em 8 horas. Já se passaram 3 dias de tratamento e hoje ela novamente acordou com cólica, embora menos severa do que as anteriores, mas que me deixaram muito aflita. Você acha que estou no caminho certo? Na sua opinião seria interessante associar também com o fitoterápico Legalon? E, é importante nestes casos fazer algum outro exame que não fiz?
Agradeço muitíssimo sua colaboração!
Stela

Daniel Lima disse...

Oi Stela, acho interessante conversar com seu veterinário sobre a realização de um ultrassom abdominal, para descartar qualquer outra alteração diferente.
Não mude nenhuma medicação para não atrapalhar a conduta médica.
Mande notícias.
Daniel Lima

Anônimo disse...

Olá, meu nome é Fernanda e tenho uma cachorrinha que eu peguei da rua que tem cerca de uns 11 anos. No dia 1 de janeiro ela apresentou tosse, dificuldade de respirar e desmaios. Daí o veterinário fez os exames e constatou que ela é cardiopata e teve edema pulmonar. E ela também tem sérios problemas no fígado e apresenta o fígado aumentado de tamanho, por isso ela tá com a barriga um pouco grande. Com os remédios ela responde bem , come bem, late, dorme bem, nem parece que tem doença. Gostaria de saber doutor, qual é o prognóstico e o tempo de vida q ainda resta para ela com sinceridade, pois já estou preparada para tudo.
Aguardo sua resposta anciosa.
Obrigada.

Daniel Lima disse...

Oi Fernanda, não temos como estimar tempo de vida, mas te digo que problemas em coração e fígado são bem comuns em cães idosos e são bem controláveis com medicações.
Se ela está bem e com qualidade de vida, não pense em nada, pois deve viver bem por mais alguns anos ainda.
Mande notícias dela.
Daniel Lima

Anônimo disse...

Olá Doutor, sou a Fernanda a dona da cachorrinha pinscher cardiopata(válva mitral) e com problemas hepáticos de 11 anos. O veterinário disse q os problemas dela são sérios. Então, como eu disse, com os remédios ela está muito bem, só q eu perguntei sobre o prognóstico e o tempo de vida, pq recentemente eu andei pesquisando na internet sobre a cardiologia dos cães e existem alguns tópicos de cardiologistas q dizem q cães com problemas cardíacos em estado avançado, (creio q a minha cachorra esteja em estado avançado pois já apresentou edema pulmonar e síncopes)tem um tempo de vida relativamente curto depois do diagnóstico, mesmo com tratamento e que a vida do cão pode durar de 6meses a 1 ano somente. Não é um tópico qualquer, é um tópico de especialistas em cardiologia canina, por isso fiquei chateada em saber q talvez minha cachorra não estará mais comigo daquí a alguns meses. Por isso gostaria de saber da sua opinião, Doutor. O que me diz sobre estes tópicos q afirmam isto? Pode ser sincero pois eu já perdi vários bichos e estou preparada psicologicamente.
Aguardo resposta,
Obrigada.

Daniel Lima disse...

Oi Fernanda, se a doença está avançada, eu concordo que as crises podem ser mais frequentes e, consequentemente, perdemos o animal mais cedo, porém sei que medicina não é matemática e insuf. de mitral é bem comum em cães pequenos, portanto acredito que não podemos estimar tempo de vida.
Já tive pacientes com este quadro que viveram muitos anos e não morreram disso e outros que morreram nas primeiras crises, entende?
Não pense em tempo de vida, saiba que um dia ela vai, mas viva um dia após o outro curtindo ela bastante. Ok?
Vamos nos falando e boa sorte!
Abs,
Daniel Lima

Anônimo disse...

Olá doutor, é Fernanda dona da pinscher cardiopata. Então, depois dos remédios ela nunca mais teve nenhuma crise e vive muito bem como se não existisse doença. Quer comer o dia todo, latir, roubar comida do outro cachorro e raramente tosse. Me sinto mal por não ter percebido a doença dela antes pois ela não tinha sintomas, só apresentava respiração um pouco cansada e roncos ao dormir que confundíamos com o fato de ela estar gorda e era raríssimo tossir. Os sintomas vieram derepente todos de uma só vez, isso q eu acho estranho. Do nada ela começou a tossir muito, desmaiar e respirar mal. Levamos ela ao veterinário, que pediu que controlássemos a água dela para evitar edema pulmonar. Mas agora o veterinário já liberou a água pois ele achou q ela está respondendo muito bem aos medicamentos. Mas nós estamos com tanto medo de um possível edema q apesar do médico ter liberado a água, nós preferimos continuar controlando. Qual sua opinião sobre isso? Ela toma um diurético que eu não sei se pode falar o nome aqui de 40mg. Não seria muito 40mg?? Será q é pq a doença está avançada?? Bom, na verdade não sei se está. Oq vc acha sobre isso? E sobre o seu comentário de ter tido pacientes que viveram muitos anos com este quadro de insf. mitral, eu acredito que foram pacientes que ainda estavam em fase inicial da doença, por isso viveram por anos, será que não é isso, doutor? Pois tenho uma vizinha que tinha um cão com problemas cardíacos e ele tomava remédios, mas segundo ela, depois do diagnóstico ele só viveu por mais 1 ano, infelizmente.
Aguardo resposta.
Obrigada.

Daniel Lima disse...

Oi Fernanda, já nos falamos por email, mas eu acho que vcs estão no caminho certo.
Abs,
Daniel Lima

Anônimo disse...

Olá Doutor, é a Fernanda dona da pinscher cardiopata. Desculpe o incômodo novamente, mas estou voltando aqui para falar que nos exames da minha cachorra não deu nada de muito grave no fígado, era apenas gordura o fígado aumentado. Porém foi constatado hipotireoidismo e o vet receitou 25mg por dia do levotiroxina sódica, por isso fiquei pensando... Será que hipotireoidismo em uma cadela cardiopata não agravaria ainda mais a cardiopatia diminuindo ainda mais a sobrevida??
Obrigada.

Daniel Lima disse...

Oi Fernanda, claro que 2 doenças juntas sempre pioram o quadro, mas dependemos da resposta dela e temos que aguardar.
Daniel Lima

Jessica disse...

Fiz uma ultrassonografia na minha poodle de 7 anos, ela pesa 4 kg e deu essas coisas:

Figado: tamanho aumentado, parenquimia uniforme,ecogenicidade aumentada e textura homogenea. Vasos hepaticos e porta de calibre normal. Imagem sugestiva de HEPATOPATIA ESTEROIDAL (HAC?)/DIABETES/ HEPATOPATIA CRONICA.


Adrenais: simetricas e levemente aumentadas (aprox. AD:1,59 x 0,49 x 0,54 cm; AE: 1,59 x 0,49 x 0,59 cm), hipecoicas, com textura homogenea e formato regular. Imagem sugestiva de HIPERPLASIA DE GLANDULA ADRENAL( HIPERADRENOCORTICISMO?)

Bexiga: xom repelação habitual conteudo anecogenico com moderada quantidade de sedimento ecogenico(celularidade) paredes normoespessas e irregulares, imagem sugestiva de cistite.

Utero: discretamente aumentado em corte transversal (aprox. 0,78 com ; normal ate 0,50cm), com paredes irregulares e presença de conteudo anecogenico em seu lumen. Imagem sugestiva de ENDOMETRITE COM MUCOMETRA.


OBS: Vesicula Biliar, Baço, Estomago,intestinos, pancreas, rins e ovarios estao normais.

Tambem fiz o exame de sangue que contatou a doença do carrapato, a plaqueta dela estava 137.000 ou 147.000 ja comecei o tratameto a 3 dias, a vet. recomendou doxifin 1/2 comp. 12/12 h 21 dias, redoxon gotas 1 ml 20 dias, e aminomix 1 comp. durante 1 mes.

Obs: Só estou esperando a plaqueta subir p/castra-la.

Qual sua opiniao sobre esse laudo, o tratamento p/doença do carrapato esta correto? Com o que devo mais me preocupar com esse laudo, isso tudo tem cura ou tratamento? De que ponto devo partir?

VOU LEVA-LA AO VET. NO SABADO. Como devo agir ate lá?

Visivelmente ela esta otima, sempre ativa, comendo, brincando e bebendo normal, sem diarreia nem vomitos....!!! Se não fosse essa ultra ngm diria q ela tem algo.

Perdi uma poodle de 10 anos a 2 semanas, com peritonite....!!!

Daniel Lima disse...

Oi Jessica, respondi para vc nos post de piometra.
Vi agora que tem um pouco de conteúdo, mas infelizmente tem que esperar ela ficar melhor; acredito que não vai piorar disso.
Abs,
Daniel Lima

Aparecida Lodron disse...

Estou muito preocupada!!! gostaria da suaorientação, tenho um gato Persa de 1 ano e oito meses, a algum tempo descobri que ele estava comendo samambaia, sempre gostou de comer capim de graminha que tenho no quintal, diferente de todos os outros dois que tenho. Começou a apresentar vomitos, emagrecimento, perda de pelo, o exame de sangue apresentou alterações nas enzimas alt= 110 e ast= 89.80. Feito Ultrason abdominal não apresentou alterações. Foi recomendado um único medicamentoTantinon complex por 10 dias, além do afastamento total das samambaias que são toxicas. Tem mais alguma coisa que pode ser feito pelo meu Frederico???

Daniel Lima disse...

Oi Aparecida, a conduta médica me parece bem correta, normalmente é assim que procedemos.
Boa sorte.
Abs,
Daniel Lima

Anônimo disse...

Ola doutor,
Me chamo Michelle e ha 5 anos achei uma cachorrinha pinsher na rua mas ela ja aperentava ter uns 7 anos, nao tem dentes e virou nosso xodozinho!
semana passada, descobrimos que ela eh cardiopata e que o lado do seu coraçao na parte esquerda esta inchado. Ela incha bastante, patinhas, muito o pescoço esta evacoando mas come normalmente, bebe agua e dorme bem.
Gostaria de saber se esses edemas (inchaços) sao mesmo normais pois ficamos mto assustadas a cada vez que ele aparece.
Grata desde ja.

Daniel Lima disse...

Oi Michelle, animal cardiopata pode apresentar edema nas patas e pulmão, mas qdo eles aparecem é sinal de que a doença ainda não está controlada.
Recomendo voltar no veterinário que fez o diagnóstico para dar continuidade ao caso. Ok?
Daniel Lima

LigiaMenzani disse...

Olá Doutor, boa tarde! Estou extremamente triste, minha companheira, uma pintscher, de 11 anos nos deixou neste domingo 03/07/2011. Ela adoeceu e partiu em apenas 3 dias.. começou com uma tosse repentina, anteriormente nao havia apresentado nenhuma indisposiçao, comia bem, bebia agua, fezes e urinais normais.. na quinta a noite ela começou tossir muito, parecia que havia algo enroscado em sua gargantinha, a partir daí comecei a dar comida e agua na seringa pois ela já nao queria mais comer. O veterinário prescreveu um antibactericida, 1 comprimido ao dia, demos na sexta e no sabado, nao vendo melhora. No sabado de madrugada, continuamente com a tosse, ela começou a respirar muito mal, ofegante e cansada, pela manhã ela começou a tosser com muito sangue, nos desesperamos e levamos ao veterinário que disse estar td bem, que era um sopro no coraçao a causa da tosse, e o sangue era consequencia de um inflamaçao na garganta pela força para tossir. Entao a vet aplicou uma injeção de antinflamatorio e mandou manipular um remedio para o coraçao para nossa pequena tomar pelo resto da vida. Voltamos pra casa, e ela ainda tossia muito sangue, percebi que qnd fui dar agua pra ela na seringa, escorria, pois ela já nao mexia mais a boquinha. Daí então só foi tristeza, ela desmaiou esticou suas patinha e sangrou mt pela boca, por duas vezes.. seu coração foi ficando fraquinho, tendo várias paradas cardíacas, até o momento que meu anjo se foi. Doutor, estou fazendo esse desabafo, pois sinto que minha cachorrinha poderia ter vivido mais conosco, o estado dela era grave, minha pequena estava morrendo e a veterinária me diz que era um caso tão simples assim? Voltamos aliviados da clinica, pra que em 1 hr nossa cachorrinha morrer. Doutor, peço encarecidamente se o senhor puder nos dar algum esclarecimento, o mínimo que seja, ficaremos eternamente gratos.
Obrigada desde já.

Lígia

Daniel Lima disse...

Oi Lígia, eu sinto muito por ela.
É comum cardiopatia em cães idosos de pequeno porte, principalmente com insuf. de uma válvula do lado esquerdo chamada mitral, ocasionando edema pulmonar, que pode levar o animal a óbito. Não entrando em crise, normalmente controlamos bem com medicações específicas e alimentação.
É uma situação delicada, não posso opinar sem estar acompanhando o caso dela.
Já perdi mtos cães em crise de edema pulmorar que não responderam às medicações.
Vamos nos falando e fiquem bem.
Abs,
Daniel Lima

LigiaMenzani disse...

Obrigada pela atenção Dr, realmente, contatei um outro vet essa semana, relatei o caso, e ele levantou a hipótese de cardiopatia mesmo. Estranho que quando fiz consulta de rotina com a minha cachorrinha, há uns 3 meses atras, a vet me disse que ela estava super bem, e viveria mais uns 4 anos tranquilamente. Enfim, nada vai trazer ela de volta, se ocorreu algum erro, não há mais nada a fazer. Só nos resta a tristeza e as saudades. E a experiencia, pois temos uma Rotweiller de 10 anos, e com certeza ficaremos mais atentos quanto a muitos fatores.

Obrigada mais uma vez, pela atenção e parabéns pela iniciativa do blog.

Att,

Lígia

Daniel Lima disse...

Vc tem razão Lígia.
Fiquem bem e obrigado pela participação no blog, que sempre estará de portas abertas.
Abs,
Daniel Lima

Anônimo disse...

ola!!!descobri ha uns 7 dias que minha cachorra de 3 anos esta com hepatopatia causada por bacteria.Ela estava com bastante liquido abdominal e o veterinario disse que ela era sarar, mas ela esta com a barriguinha inchada denovo ela pode morrer?um zootecnista disse que eh dificil salvar e que geralmente o animal morre sufocado eh verdade?obrigada!

Daniel Lima disse...

Não concordo com a opinião do zootecnista.
Doença hepática é grave sim, mas pode ser tratada ou controlada, muitas vezes; resta saber se ela é aguda ou crônica.
Recomendo retornar no veterinário dela e dar continuidade ao tratamento. Ok?
Boa sorte.
Daniel Lima

Elizandra Santos disse...

Olá por favor me ajuda, meu cachorro há uma semana está sem se alimentar, vomita umas "gosmas", só esta bebendo agua, seu figado e baço esta dilatado, já levamos ao veterinario onde ele fez exames mas até agoras não temos uma posição correrta do que possa estar acontecendo com ele. Por favor me ajuda

Daniel Lima disse...

Oi Elizandra, infelizmente não tenho como ajudar à distância, sem examinar o animal. Podem ser muitas coisas.
Se não estiver satisfeita com a conduta médica, procure outra opinião e não perca tempo. Ok?
Boa sorte.
Daniel Lima

Ana Cris disse...

Dr. Daniel.Tudo bem?
Minha gata Luna ,de 4 anos , tinha o hábito de mordiscar folhas de lírio. Afastamos a planta dela , mas fez exames e o TGP está altíssimo (208,6). O resultado pode ser decorrente de intoxicação pela planta? Grata, Ana Cristina

Daniel Lima disse...

Oi Ana Cristina, pode ser sim, mesmo o animal não apresentando sintomas. Mas o correto seria investigar mais um pouco para ter certeza.
Daniel Lima

Anônimo disse...

Olá Doutor .
Minha cachorrra yorkshire entrou no primeiro cil dela , so que a valvula dela ainda esta inchada ja faz uns 30 dias ,ja parou de sangrar ,queria saber oque fazer , se ainda ela pode cruzar com outo cachorro.


Atenciosamente rafaella
Estareei aguardando sua resposta .

Daniel Lima disse...

Oi Rafaella, aparentemente normal. O período fértil normalmente é entre o nono e décimo quarto dia após o início do sangramento, mas algumas cadelas os tem mais tardiamente, portanto é bom ainda tomar algum cuidado com outros cães machos. Ok?
Daniel Lima

Anônimo disse...

Bom dia!!
Gostaria de uma orientação, meu cão tem 11 anos, pesa 7 quilos. Desde dia 24 apresenta quadro devômitos e diarréia, a única coisa que fiz recentemente foi trocar da ração premium p superpremium para aumentar a oferta de condroitina para ele. Levei-o ao veterinário, ele fez amoxicilina e merceptom injetavel por dois dias e receitou alimento úmido id ou wd da hills. Até aí ele se recuperou, mas toda vez que tento introduzir alimento sólido volta a vomitar e ter diarréia. No exame deu alteração hepática como desconfiado. Retornei ontem e ele mandou introduzir ração Hepatovit da Royal Canin e hepatovet comprimidos, voltou a vomitar muito, durante a noite toda. Então fiz a medicação que havia feito da outra vez, plasil, xantinon B12, complexo B ( por minha conta as duas vezes) e parou de fazer vômitos. Teria uma alimentação que eu mesma possa fazer? Peito de frango com papa de arroz eu poderia introduzir para tirá-lo da crise aguda novamente?? E o Merceptom não seria mais indicado do que o Hepatovet??? Me ajude pq toda vez que o veterinário muda alimentação ele piora, e geralmente o que faço o melhora muito. Posso continuar com a minha conduta, tenho medo dele desidratar e como já está na 3ª idade tenho medo de não aguentar.
Obrigada
claudia

Daniel Lima disse...

Oi Claudia, fica difícil eu opinar à distância, sem estar acompanhando o quadro, é muito delicado.
Problemas hepáticos podem ter muitas causas, entende?
Se está insegura, procure outra opinião médica. E mande notícias.
Daniel Lima

Anônimo disse...

Dr Daniel
Fiz minha medicação, ele melhorou muito...Já estou introduzindo alimentação sólida (Ração Hepatic +ração úmida ID ), aos poucos e ele não faz mais vômito e nem diarréia. Está ativo, muito bem. Daqui a 30 dias será repetido o exame de sangue para se avaliar se a hepatopatia é aguda ou crônica. Mas já estou mais contente pela reação dele. Dei por minha conta o Mercepton, xantinon B12, Plasil e floratil, este último já não estou dando mais. Ele pediu medicação por 30 dias...portanto acho que mesmo por minha conta consegui tirá-lo da fase aguda.Sei que não é minha área, mas como sou dentista fui por instinto e vontade de curá-lo. Sei que nem todos podem fazê-lo principalmente pela dosagem, mas deu tudo certo. Desconfiamos dele ter furado algum saco de lixo, ou comido chocolate...por isso da reação tão violenta, o que já estava acontecendo em pequeno grau pela mudança de ração.
Abraços e obrigada por tudo!!!
E tenha certeza seu blog faz a diferença.
Claudia

Daniel Lima disse...

Que bom Claudia. Pode ter acontecido algo do tipo sim, é muito frequente esses quadros em cães que se intoxicam com alimentos 'errados'.
Aguardo notícias e obrigado pela participação no blog.
Daniel Lima

ESTER disse...

OI DOUTOR, TENHO UM PINSCHER DE 3 ANOS,E ELE APRESENTA FORTES DORES ABDOMINAIS E FESES UM POUCO MOLE
COM SECRESÃO TRASNPARENTE NO FINAL
PARECENDO GELATINA, JÁ LEVEI AO VET
ELE SÓ RECEITOU ANTIBIOTICO. ELE FICA BEM UNS 2 DIAS E VOLTA OS SINTOMAS, GOSTARIA DA SUA OPINIÃO SOBRE ESTE CASO

Petit Ban Pok disse...

boa tarde Dr: Daniel, tenho um casal de pastor alemao, só que é pai e filha, ela entrou no cio com 10 meses, e como nao tinha experiencia ele cruzou com ela, nacseram 5 filhotes uma é diferente, é como se ela tivesse um atrofiamento nas patas, elas sao curtas, e ja estao com 28 dias, as outras ja latem, rosnam e ela nao so uiva, agora que os dentinhos estao saindo, levei para o veterinario aqui e ele me passou aminomix pet,meia conha dissolvida em 150 ml de leite desnato ou de soja, ja tentei os dois e ela nao quer tomar, só consigo no maximo da 20 ml com muito esforça, que posso fazer??? me ajude, caso queira uma foto dela me envie seu email , wanderlania@oi.com.br

Daniel Lima disse...

Oi, Ester, isso pode ter várias causas. O correto é levá-lo em outro veterinário indicado por alguém de confiança para ter outra opinião e fazer os exames necessários.
Manda notícias dele.
Daniel Lima

Daniel Lima disse...

Oi, Wanderlania, acho que isso pode ser alguma má formação congênita, pelo cruzamento do pai com a filha. Esses suplementos podem ajudar ou não, só esperando mesmo.
Se quiser, pode mandar a foto para o meu email (dlimavet@uol.com.br) - manda a foto separada de um filhote saudável e desse, e dos dois juntos tb.
Daniel Lima

Paulo Henrique Cardoso Jofre disse...

Boa noite. As 21h20min de hj (05/08) eu perdi minha cadelinha (iria completar 07 anos), Tinha uma saúde fora do serio, porem, da semana passada pra ca ela ficou ruim do nada.. Hoje fui tentar encontrar algo e achei esse blog. Infelizmente os sintomas dela eram exatamente a dos comentários do Dr. Daniel. Tentei buscar alternativas de tratamento para começar a trata-la amanha, porem, infelizmente quando parei de olhar os sites e ver como ela estava, dei agua e ela nao resistiu, acredito que pela forma que agiu acabou tendo tambem um ataque cardiaco. Procurem SIM tratar seus animais.. Eu tenho tres caes ainda, e vou precaver para que isso nao venha ocorrer com eles. Alem de tudo, o sofrimento eh grande.
Um abraco a todos.
Paulo Henrique - Pinda - SP

Unknown disse...

Dr. Daniel, bom dia.
Achamos um cãozinho de raça misturada Pintcher com Yorkshire em outubro do ano passado. Quando foi em abril ele começou a ter problemas hepáticos, fez exame e tudo. Fizemos o tratamento, mas o veterinário não foi bem específico quanto a alimentação nem nada. Ele voltou a emagrecer, vomitar e está debilitado. Está internado em outra clínica no momento, o veterinário disse ser uma doença crônica. Vou mandar por email os exames dele feito em abril. Se puder dar uma olhada e me dizer o que acha, ficarei agradecida!
Me ajude.
Micaele - SP

Daniel Lima disse...

Oi, Paulo Henrique, meus sentimentos e obrigado pelo comentário no blog.
Abs,
Daniel Lima

Daniel Lima disse...

Oi, Micaela, como ele está agora? Pode enviar os exames.
Daniel Lima

Anônimo disse...

Boa Tarde Doutor,
Tenhho uma yorkie de 1 no e 3 meses e pesa 2 kilos e 100 gramas. Recentemente comprei um brinquedo pet shop de borracha. Quando dei o brinquedo para ela ela lambeu todo ele e mordeu enfimm brincou bastante. Só que naquela madrugada ela vomitou e teve diarréia e desde então ela não tá muito boazinha. Ela fez ecografia que aparentemente está tudo ok. só os exames de sangue no qual a enzima do fígado tá bem alta 800. E ela continua tendo diarreia. quando li sua materia sobre hepatopatia canina me preocupei, pois os sintomas se parecem muito. A veterinária deu remedio e pediu para trocar a ração.Se não teria que fazer uma biópsia do figado. Como ter certeza se não estamos perdendo tempo com esses remédios. Ficarei grata com a sua resposta Dr.Daniel.
Obrigada
Tania Miranda

Daniel Lima disse...

Oi, Tania, em primeiro lugar lembrar que a lambedura ou ingestão do brinquedo pode ter intoxicado ela.
Outra coisa, qual enzima está aumentada?
E por fim, uma hepatopatia precisa de vários exames para ser afirmada. E ela pode ter outra causa base, entende.
Converse com sua veterinária sobre esses detalhes.
Aguardo noticias dela.
Daniel Lima