sábado, 14 de agosto de 2010

'Crise de coluna' em cães

Lesões em coluna são bem comuns nos cães, tanto nos jovens quanto nos idosos. O tempo frio, como no dia de hoje, piora bastante a dor podendo desencadear uma crise.
Essas crises podem ter diversas causas, que podem ser divididas assim:
- Congênitas (por ex., junção de vértebras e má formação de articulação)
- Adquiridas (por ex., excesso de peso e exercício forçado de subir e descer escada em raças com o corpo comprido e predispostas)
- Geriátricas (por ex., desgaste das articulações ou artroses, bicos de papagaio, reduções de espaço intervertebral etc.)
A grande maioria dessas lesões em coluna são irreversíveis, porém controláveis, evitando crises.
Algumas raças são predispostas, como por ex. o Teckel, Basset Hound e Beagle, mas na rotina clínica observamos problemas em coluna em quase todas as raças, principalmente em animais de meia idade para frente.
Muitas vezes o animal convive com essas lesões um bom tempo antes de demonstrar sintomas, que normalmente se apresentam como dor local ou generalizada, claudicação (manqueira) de um ou mais membros, coluna curvada com abdomen contraído, dificuldade em subir e descer de algum lugar, ganido ao deitar ou se mexer, paralisia ou tetraplegia, ofegância, falta de apetite, apatia, dentre outros.
O diagnóstico é firmado pelo exame clínico de um veterinário, histórico e exames de imagem, sendo o raio-x o mais utilizado aqui no Brasil.
Já o tratamento se baseia principalmente em antinflamatórios e analgésicos nas crises, medicações para controle e acupuntura para evitar crises e em alguns casos, cirurgia. Existem outros tratamentos alternativos que surtem bastante resultado positivo, como por ex., ozonioterapia e fisioterapia.
Como medidas preventivas, recomendo em primeiro lugar procurar criadores de boa procedência que se preocupam com doenças congênitas das raças que criam; evitar exercícios forçados sem orientação médica, evitar obesidade, manter uma dieta saudável e sempre ser orientado por um veterinário de confiança em consultas de rotina. Cabe lembrar que cada raça tem as suas particularidades e requer os seus cuidados; respeitem sempre a idade avançada dos seus cães, percebendo os seus limites.
Os animais que já apresentam a doença devem ficar bem aquecidos nos dias mais frios e manter mais repouso - cuidem bem dos seus 'velhinhos' que sempre trouxeram bastante alegria!

50 comentários:

N. disse...

Muito bom o seu blog! Conheci através de alguns colegas e até da minha mãe que gosta de ler seus posts sobre veterinária.

Sou estudante de Vet, no último ano da faculdade. Espero um dia ter seu profissionalismo. Parabéns! =)

Daniel Lima disse...

Não tenho palavras para agradecer o seu comentário e elogio, porém fico muito feliz em agradar os meus leitores do blog e colegas de trabalho como vc.
Tenho certeza que terá esse profissionalismo - lute e enfrente as barreiras da nossa profissão para isso.
De onde vcs são e qual faculdade vc cursa?
Estejam à vontade para qualquer dúvida e comentário.
Abs,
Daniel Lima

karina bueno disse...

Olá Daniel! Passei por aqui pra dar uma olhada nos posts e tenho algumas sugestões. Por que você não usa tags com os nomes das doenças pra ficar mais fácil pesquisar? Também seria legal ter categorias pra dizer se o artigo é sobre cães, gatos etc. Beijo!!!

Daniel Lima disse...

Oi Karina, td bem?
Que bom que tem visitado o blog!
Bacana, concordo com vc - o problema é que não sei mexer direito com essas coisas...rs Mas vou procurar e tentar.
Obrigado, bjs

N. disse...

Sou de Santos, da faculdade Unimonte. ^^ Abraços!

Daniel Lima disse...

Que bacana, boa sorte nesse último ano da faculdade!
Abs,
Daniel Lima

N. disse...

Olá, tenho uma dúvida.
Uma amiga de orkut me disse que tem uma cadelinha na ONG que está com TVT mas tbm está prenha de 30 dias. A quimioterapia não seria extremamente prejudicial para os filhotes? Ao mesmo tempo...o tvt não seria extremamente contagioso para os filhotes? Já viu algo parecido? Abraços!

Cristina disse...

Ola Daniel!! Encontrei teu blog pesquisando na internet os sintomas que minha cachorrinha poodle micro-toe, pesando 1,1450 Kg e com 4 anos, esta apresentando. - Ha quatro meses ela estava com vômitos e teve convulsões, a veterinária antes de fazer o tratamento realizou uma coleta de sangue q na época apresentava uma taxa de Leucócitos (mais de 28.000)foi feito o tratamento com antibióticos injetáveis e conseguimos reverter o caso. No entanto desde então ela ñ foi a mesma: estava apática, e ha 20 apresentou vomito e falta de apertite, levei novamente a veterinária realizamos novo exame de sangue que nada apresentou de irregularidade. A veterinária recomendou Omeprazol 5mg. Neste final de semana ela teve uma crise - perda de equilibrio a ponto de ñ ficar em pé, levei ao veterinária praticamente sem movimentos e com os olhos sem brilho, foi pro soro com glicose e em questão de 1 hora reagiu. Agora a Mey - nome dela - esta com a Urina escura, falta de apetite, a pele esta amarelada e ao pesquisar os sintomas fiquei assustada, alguns sintomas infelizmente parecem ser de leptospirose :(! Amanha pretendo pedir mais um exame de sangue e tambem fazer um exame de urina!!!Estou assustada e com medo de perder minha menina!
Obrigada por ler!
crisleopoldino@hotmail.com

Daniel Lima disse...

Eu nunca passei por essa situação, mas é bem delicado. Eu não faria quimioterapia, arriscaria deixar nascer os filhotes.
Abs,
Daniel Lima

Daniel Lima disse...

Oi Cristina, não necessariamente leptospirose, mas qualquer doença de fígado daria esses sintomas - vale a pena investigar mais o fígado dela e toda essa parte digestiva. Ok?
Daniel Lima

Cristina disse...

Ola Daniel!!
Realmente vc tem razão, a Mey pelo diagnóstico da veterinário após exame de sangue esta com Doença Hepática!!!
Vc deve saber q quando nossos amiguinhos adoecem - nos apavoramos!!!Rsss
Com certeza vc é muito especial!!!
Parabéns e obrigada!!!

Daniel Lima disse...

Oi Cristina, boa noite, que bom que foi fechado um diagnóstico, agora é só esperar uma resposta ao tratamento.
Boa sorte.
Abs,
Daniel Lima

iulli disse...

Oii gostei mesmo do seu site, sabe minha cachorrinha tem 4 anos eh chiuaua e começou com dor naum conseguindo descer e subir muitos lugares mas ela piorou ela agora naum consegue mecher mais por causa da coluna e so fica gritando naum sei o q faço ja andei lendo alguns sites e o tratamento vai sair caro naum eh?
mas e se for doença seria contagiosa? e teria cura?

Daniel Lima disse...

Oi Iulli, obrigado pelo comentário no blog.
Realmente ela deve estar numa crise bem forte de coluna. Em primeiro lugar, procure um veterinário de confiança para consultá-la e explique das restrições financeiras. O custo vai ser primeiramente com consulta e medicações orais receitadas, que mtas vezes não são tão caras.
Não deve ser nada contagioso, mas ela tem que sair da crise e ser controlada no futuro.
Ok?
Daniel Lima

iulli disse...

Oi e aqui quais sao os tratamentos depois do tratamento via oral precisa de radiografia? porque na minha cidade naum tem muitos recursos.Esses dias ela ando um pouco melhor ela ta tentando andar mas nao consegue muito bem naum ter força e cai pro lado fica mechendo as patinhas tentando levantar o veterinario receitou 3 remedios ja.acho q ela melhora.=D Obrigada

Daniel Lima disse...

Oi Iulli, que bom que ela está melhor.
Existem medicamentos à base de condroitina que ajudam no controle, mas converse com o veterinário que ele lhe indicará o de sua preferência.
Daniel Lima

Imagin PetVideo disse...

Olá boa Tarde, meu nome é Euda, eu faço a parte comercial virtual pela Imagin. Gostaria de saber se posso postar algumas de suas matérias em meu blog, claro que sempre colocarei a fonte de origem da matéria. meu e-mail é imaginpetvideo@hotmail.com. Aguardo contato!!!

Desde já agradeço!!

Euda M. Moraes

Daniel Lima disse...

Oi Euda, tudo bem?
Em primeiro lugar, obrigado por ler o meu blog e ter gostado.
Em relação aos meus textos, vou conversar com minha assessora de imprensa e lhe retorno no email.
Ok?
Daniel Lima

Haira & disse...

Olá Daniel, primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo blog, e gostaria tbm de tirar uma dúvida. Tenho um poodle de 3 aninhos e sábado passado ele começou a mancar e ogo em seguida ja não andava mais. Levei no veterinário e foi diagnosticado um problema de coluna. Pediram pra fazer um RX, mas somente depois de passar essa crise. Receitaram uma série de medicamentos, que deram uma melhora sim, mas ele ainda não consegue mexer as perninhas está totalmente travado. Isso é normal? Demora alguns dias, mesmo tomando os antibióticos?

Abs,

Priscila Carvalho

Daniel Lima disse...

Oi Priscila, obrigado pela participação no blog.
Algumas crises de coluna são mais graves, como por ex. uma hérnia de disco que pode levar a paralisia, o que me parece mais com o caso dele; a resposta pode ser lenta sim, mas é preocupante.
Eu anteciparia o raio-x e pensaria em acupuntura tb - converse com seu veterinário sobre td isso.
Vamos nos falando; mande notícias.
Abs,
Daniel Lima

Daniela disse...

Olá, Dr. Daniel!!
Tenho uma cocker spaniel de 15 anos e 9 meses. No dia 04/10, p/ minha tristeza, descobri que ela está com Insuficiênica Renal Crônica.A creatinina estava 4,2 e a ureia 268. Ela ficou 5 dias internada p/ a fluidoterapia, depois destes 5 dias os exames foram repetidos e a creatinina foi p/ 3,2 e a ureia 184. Então, ela teve alta e fez mais 3 dias seguidos de soro subcutâneo, após esses 3 dias o tratamento c/ o soro subcutâneo foi intercalado, dia sim, dia não, que somaram uns 5 dias de soro. Repetidos os exames, novamente os resultados diminuíram mais um pouco: creatinina 2,4 e ureia 126. Desta forma ela voltou ao soro subcutâneo depois de 4 dias, pois não estava comendo (ração renal) de jeito nenhum (já estava marcado o soro subcutâneo nesse dia). Como ela ñ mais aceitava a ração renal, o veterinário falou p/ eu alimentá-la c/ arroz c/ pouca carne moída, assim ela voltou a comer. O soro subcutâneo voltou a ser aplicado todos os dias. Esta semana que passou ela estava relativamente bem. Como ela passou "bem" esta semana, o veterinário aplicou o soro subcutâneo ontem e ficou combinado de pularmos 2 dias. Porém, hj ela não quis comer nada, nem o arroz c/ a carne, então liguei ao veterinário e levei-a p/ repetir os exames, mas infelizmente as taxas aumentaram. Creatinina 3,1 e a ureia 340. Então ele fez o soro subcutâneo e depois de um tempinho ela comeu. Estou mto triste sem saber o que fazer, pois o que me parece é que não tem mais jeito, visto que a idade dela complica a situação. Gostaria mto de uma opinião sua. Devo continuar levando-a p/ o soro subcutâneo todos os dias? Teria mais alguma coisa que eu poderia estar fazendo por ela? Por favor, me ajude, estou mto mal, pois aqui em casa ela é tratada c/ filha, neta, irmã rsrs, ou seja, ela é um membro da família e hj sinto que estou perdendo a minha filha...
Aguardo retorno!!
Desde já agradeço a atenção

Daniela

Daniel Lima disse...

Oi Daniela, realmente é uma situação difícil, mas acho que ela vai ter que fazer o soro subcutâneo todos os dias por pelo menos 1 mês seguido - vc pode pegar orientação com o médico e tentar fazer em casa para diminuir custo; seria uma última tentativa em manter qualidade de vida.
Boa sorte.
Daniel Lima

josimara disse...

bom dia Daniel.tenho uma rottweiller de 11 anos ela está c bico de papagaio não castrada porem toda vez que entra no cio fica com gravidez psicologica produz leite, mas de uns tempos p cá começou a surgir nódulos em que precisou retirar uma mama. possui lipomas e estes nódulos nas mamas só aumentam, fiz exames de ultrasson deu cistos nos ovários, raiox da coluna deu bicos de papagaio e foi constatado cancer no pulmao. Levei ao veterinario ele disse q n poderia mais castrá-la devido a idade e que não poderia ser feito mais nada. Estou desesperada ela está com dificuldades p respirar muito cansaço. Agora se o veterinario disse isso vc acha que devo acatar esta opiniao e somente esperar pela morte dela? Eu não concordo mas preciso de uma orientação pois não sei o que fazer para tentar salvar minha Laika.....agurado resposta urgente, muito obrigada Josimara

josimara disse...

olá Doutor tenho uma rottweiller de 11anos não castrada, ela entra no cio a cada 8 meses nos ultimos 4 ela ficou com gravidez psicológica, produzia leite. Levei ao veterinário foi aplicadas injeções para cessar esta produção, mas com o passar do tempo começou a surgir nódulos na regiao mamária. Ela operou e retirou uma das mamas. Toda vez que entra no cio ela produz leite, ela nunca cruzou e levei recentemente para tentar castrá-la. Mas o medico examinou e pediu uns exames raio x ultrasson, de sangue....resultado: bicos de papagaio, cistos no ovário, e disse que está com câncer no pulmão. Ele disse que não poderia fazer nada pq além de ser idosa ela não resistiria. Fiquei chocada.... Ela é "minha bebê" e a amo muito. Ela está com dificuldades para andar não come mais ração, suas articulações estalam muito qdo tenta se locomover...Hj ainda fiquei feliz pq ela andou um pouco subiu alguns degraus.... não sei o que fazer, ela me olha pedindo ajuda e eu a abraço e choro ela percebe.....Minha relação com ela é como se fosse minha filha mesmo.Estou deixando que ela durma na sala e ela demonstra que tem pavor de ficar sozinha.... O que devo fazer pelo menos p aliviar um pouco as dores.....Pq desisti do meu veterinário. Abraços. josimara

Daniel Lima disse...

Oi Josimara, com câncer no pulmão ela não pode ser anestesiada, pois o risco de morte é grande.
Mas recomendo procurar outro médico para oferecer qualidade de vida para ela, como por ex, tirar as dores e tentar deixá-la bem clinicamente.
Boa sorte.
Abs,
Daniel Lima

Caroline Fernandes disse...

Dr. Daniel,
Foi uma luz encontrar seu site.
Tenho uma chow chow de 14 anos e 10 meses.
Com 8 anos ela apresentou inicio de bico de papagaio, e o veterinário falou que com o tempo poderia piorar.
Com 12 para 13 anos ela começou a mancar, tropeçar e a veterinária pediu outro exame de imagem, como judiaram muito dela no primeiro, por ela ficar inquieta, precisaria de anestesia e o laboratório não quis arriscar por causa da idade. E os remédios paleativos passaram a escurecer sua urina quando decidi começar a fazer tratamento homeopático.
Ajudou, mas as crises voltam. Cheguei a passar pomadas para dores na sua lombar a fim de minimizar a dor.
Faz aprox. 5 meses que nas crises ela tem incontinencia urinária. Mas nesse ultimo mes dificilmente ela acorda sem estar molhada, e hoje em especial reparei em sua urina na cor café. ela anda, mancando e percebe-se que tem dificuldades de equilibrio nas patas traseiras, a prendemos para não subir muitas escadas, já que estava acostumada em andar livremente por toda a casa e subir muitos lances de escada desde pequena.
A vejo como vitoriosa, pois seus pais faleceram com 9 anos, e para nós que sempre a tratamos como uma filha, o unico bebe da casa, é muito triste ve-la sofrer sem saber para onde correr.
Queria fazer acumpuntura ou mesmo a fisio, mas ela se estressa com macas, e a carregar por vezes a machuca.
É uma fêmea grande, com porte de macho dizem. Nunca teve filhotes já que em sua única vez resultou em uma infecção uterina , que nos levou a operá-la com urgencia, teve retirado seu utero que estava repleto de pus - a vet. na época informou que ou tirava ou ela poderia morrer. Tinha 4 anos.
Desde já agradeço pela sua atenção,
Abs,
Caroline e Nahaika

Daniel Lima disse...

Oi Caroline, lesões na coluna podem comprimir a medula e causar incontinência urinária e infecção urinária secundária, podendo deixar a urina escura - leve-a na sua veterinária para medicar e converse sobre outros medicamentos para oferecer qualidade de vida para ela em relação à coluna.
Eu recomendo muita acupuntura para meus pacientes idosos com lesões em coluna - ajuda muito! Procure um veterinário que faça acupuntura na sua casa.
Mande notícias.
Daniel Lima

candida disse...

Oi Daniel, seguinte: meu poodle de cinco anos e meio, que não é obeso, teve uma crise aguda de hernia de disco nessa semana. Nunca havia manisfestado problemas relativos a isso. Foram feitas as radiografias pra confirmar o diagnostico clinico, e mostraram que há problemas em três vertebras. Segundo o vet, o caso é de cirurgia, marcada para amanhã. liguei para o hospital veterinario e eles informaram que ele esta bem, comeu, fez xixi por conta propria e até levantou um pouco. Quando foi pra clinica apresentava ataxia. Estou preocupada com a cirurgia. É o procedimento correto? Tenho medo dos riscos e do pós operatório. Se puder me dar um alento, agradeço.

Daniel Lima disse...

Oi Candida, não existe certo ou errado, cada veterinário tem uma conduta e uma opinião pela sua experiência. Eu costumo tentar o tratamento clínico primeiro, mas tenho colegas que já vão direto para a cirurgia, entende?
Tenho certeza que vão fazer o melhor por ele, espero que tenha dado td certo - mande notícias.
A recuperação é delicada, portanto siga corretamente as orientações.
Daniel Lima

Criart Andreia disse...

Boa tarde Daniel!
Gostaria de saber sobre o cão da minha vizinha. Ele é um cão SRD de porte grande e já fazem + ou - 1 mês que ela(vizinha) está tratando de uma lesão na coluna dele. Ele só fica deitado e chorando os remédios parecem não resolverem muito ,ele está fazendo as necessidades dele no local onde fica deitado e ela (a dona) tem que dormir ao lado dele porque ele chora o tempo todo. Além do problema da coluna ele está com excesso de gordura no fígado e está fazendo uma dieta rigorosa.
Os filhos dela estão cogitando sacrificar mas ela tem uma paixão muito grande pelo cão e não sabe mais o que fazer.
O que vc acha?
Obrigado pela atenção.

Daniel Lima disse...

Oi Andreia, não sei como ele está agora, mas se é um cão idoso de porte grande, dificilmente vai voltar a andar após 1 mês de tratamento.
Nesses casos eu recomendo a eutanásia, pois o bicho sofre demais e perde toda a qualidade de vida.
Mande notícias.
Daniel Lima

Gabriela Vieira disse...

Olá Dr. Daniel,
gostaria de saber se vc conhece algumas das possíveis causas de deformações em patas de cachorros de pequeno porte? A minha cadela, de um tempo para cá, não anda com a parte das "almofadinhas" da pata, as patinhas estão muito móveis e ela sente dor quando anda, sendo que as mesmas estão apontadas para os lados...fui em um veterinário e ele desconheceu a causa e disse que a melhor correção seria a cirurgia ou então colocar uma tala, sendo que ela teria que reaprender a andar.

Daniel Lima disse...

Oi Gabriela, podemos pensar em muitas coisas.
Primeiramente, qual a raça dela e a idade. Veio de onde?
Foi feito algum exame, como raio-x, por ex.?
Daniel Lima

Mariana Vinholi disse...

Olá Dr. Daniel!
Tenho uma Cadelinha Shitzu de aproximadamente 04 anos, há alguns dias ela começou com umas tremuras pelo corpo, de inicio achei q fosse realmente frio levei ao veterinário ele aplicou algumas injecções pois ela se contorsia e ficava com o abdomem duro, ele me disse q era dor, no dia seguinte radiografamos e ele apontou uma lesão na coluna, minha duvida é quanto ao tratamento ela corre riscos de não andar mais??? atualmente ela caminha normalmente mais tem certa dificuldade, esta tomando anti inflamatórios e remedios a base de corticoide, segundo o veterinário a dificuldade é relacionada a dor?... falei sobre acumpuntura e ele me disse que no momento ela não pode fazer em razão do corticoide...isso é veridico, o q eu posso fazer para melhorar a condição dela obrigada

Mariana

Daniel Lima disse...

Oi Mariana, normalmente qdo há paralisia é logo no início e tem que haver compressão de medula por uma hérnia de disco.
Sair de crise mtas vezes é lento mesmo. A acupuntura ajuda depois para evitar futuras crises. Ok?
Boa sorte e vamos nos falando.
Daniel Lima

Mariana Vinholi disse...

Dr, Daniel, agradeço a atençao dispensada, e os esclarecimentos, minha bebe, está aparentemente um poko melhor, mais percebo q eja ainda tem muita dor, temo q não seja só coluna sei lá, sou meio azarada com animais....mais fizemos exames de sanque e aparentemente está tduo normal, exceto por uma taxa q esta bem elevada porém o veterinário me disse que não se trata de infeccçao poois não possui bastonetes...é por ai mesmo? amanha começamos com acupuntura espero que de resultados....obriagada mais uma vez...

Daniel Lima disse...

Oi Mariana, depende de qual taxa está aumentada. Qual é, vc sabe?
Daniel Lima

Diogo Simon disse...

Boa Tarde Dr Daniel,
Vasculhando a net, acabei encontrando seu site, e achei muito interessante.
Mas enfim, tem um cachorro de rua próximo a minha casa, que sempre que possível todos o ajudam, com tudo o que é possivel, desde ração, banhos entre outros, e esse cachorro estava com otite, o tratamento dele foi com ivermectina e limpeza do conduto e aplicação de PANOLOG, depois apareceu SARNA e foi tratado com cydectin VO, 0,5ml cd dois dias.
E de uns dias pra ca, ele está com muita dor na região do pescoço, então o tratamente está sendo feito com cetoprofeno (profenid) 1ml/dia, por 3 dias, mas agora também perceberam que este mesmo cão está com dores na parte traseira, com dificuldade de movimentar os membros inferiores. E sinceramente ninguém aqui sabe mais o que fazer.
Poderia ser um problema na coluna vertebral desse animal, ou alguma sequela por talvez uma cinomose quando filhote???
Ps: ninguem sabe a procedencia desse animal, ele simplesmente apareceu.
Ps2: todos os medicamentos foram receitados por médico veterinário.

Obrigado.

Diogo Simon disse...

Ps: aqui onde moro, é impossivel qq tipo de exame, cidade pequena sem estrutura.

Daniel Lima disse...

Oi Diogo, pode ser coluna, artrose pela idade (qtos anos aproximadamente ele tem?) ou até alguma virose (ele é vacinado?), como tb podem ser mtas outras diversas doenças que poderiam causar isso. Fica difícil dizer à distância, mas acho que vcs poderiam procurar outra opinião médica aí na sua cidade. Ok?
Mande notícias.
Abs,
Daniel Lima

Willian Oliveira disse...

Olá!! Dr.!! Gostaria de saber se é verdade que os animais ao se abaixarem para comer os alimentos nos recipientes no chão, podem desenvolver problemas na coluna como bico de papagaio e outros desconfortos?
Obrigado pela atenção.

Att.

Willian R. Oliveira.

Daniel Lima disse...

Oi Willian, cão de porte grande ou gigante pode desenvolver sim alguma lesão em coluna, mas não que seja via de regra. Ok?
Recomendo para estes cães, manter comedouros e bebedouros no alto.
Abs,
Daniel Lima

BETO disse...

Olá Daniel, Parabéns pelo BLOG!

Tenho um LABRADOR com 5 anos de idade. Hoje pela manhã começou a ter dificuldes para se levantar e andar, fica desequilibrado.
Tentei fazer massagem e alongamento, mas melhorou momentaneamente.
O que pode ser?
Será qué a coluna?
Recomenda algum remédio ou tratamento?
Vale lembrar que o cão ultimamente tem ficado muito solitário e pra piorar minha filha ganou uma colopsita que ele divide a atenção dela. Ele tem ciumes dela.rrrs

Abraço e FELIZ NATAL!

HMG disse...

parabens pelo Blog!Hoje é vespera de Natal,portanto, Boas Festas! Tenho 8 teckels pelo duro (uma é pelo longo,nao nasceu aqui em casa) todos da mesma familia.São saudaveis e bem cuidados.A mãe,Nikita é obesa,mas controlada.O pai infelizmente faleceu em junho,ambos tem 8 anos de idade. Bob Sponja é filho da 2a ninhada e apresenta claudicação nas pernas traseiras, estava com dor que melhorou com dipirona e antinflamatorio receitado pelo vet.O problema é que ele esta vomitando,fizemos uma dietinha,demos ranitidina, e agoira soro caseiro,ele ta molinho...meu menino tem 6 anos,é lindo,e esta tendo a mesma coisa que a mae,Nikita,tece a 3 meses atras...Devo parar a medicação?Meu vet viajou,estou sem saber o que fazer,parei tudo e to dando soro. Obrigada se puder me orien tar. Bom Ano Novo drDaniel!

Daniel Lima disse...

Oi Beto, pode ser coluna como muitas outras coisas.
Recomendo procurar um veterinário de confiança.
Não falo aqui no blog sobre tratamento e medicamentos.
Bom Natal para vcs tb!
Daniel Lima

Daniel Lima disse...

Oi HMG, não posso orientar sem estar acompanhando o caso.
Recomendo tentar entrar em contato no celular do seu veterinário para decidir como proceder.
Boas Festas para vcs tb e boa sorte por aí!
Daniel Lima

carolinelaimer disse...

Oi, eu tenho um blog, e gostaria de poder copiar o seu post para postar no meu.

Se guiser me envie um email: carolinelaimer@hotmail.com

Obrigada!

http://amocaes.wordpress.com

Daniel Lima disse...

Oi, Caroline, está autorizada a postar no seu blog, apenas peço para todos que coloquem a referência. Ok?
Obrigado pelo interesse no post.
Abs,
Daniel Lima

Doca Castro disse...

Dr. Daniel, parabéns pela iniciativa do Blog, este é de grande ajuda à todos nós. Tentarei ser sucinto: Labrador fêmea, idade: 15/10/2005, peso aproximado: 27Kg, não castrada, sem crias até o momento; alimentação somente super prêmio linha Royal Canin (Max Júnior, Max Adult e atualmente, Max Mature). Ultima medicação, Condroton 1000 mg, devido apresentação repentina de manqueira da pata traseira direita a aproximadamente 30 dias e não apresentou melhoras, apesar de ter sido examinada e radiografada sem sedativo, sendo que aparentemente suas articulações estão preservadas sem apresentar qualquer anomalia. Vet. sugeriu uma 2ª radiografia com sedação, para melhor visualização e leitura mas já descartou que seja displasia coxofemoral...Sei que sem vê-la, seria muito difícil um diagnóstico mas ainda assim, gostaria de saber sua opinião e sugestão. Obrigado!

Daniel Lima disse...

Doca, as art. coxo-femorais são as principais preocupações, concordo com um raio-x mais detalhado, porém não podemos esquecer da coluna dela e de lesões musculares, ou até das outras articulações da pata. Ok?
Abs,
Daniel Lima